Crianças serão juradas em novo prêmio literário

Por Bruno Molinero

Ainda em fase de planejamento, o prêmio literário Jabuticaba escolherá a partir do ano que vem os melhores livros infantojuvenis publicados no Brasil. E, para isso, contará com um corpo de jurados diferente: crianças.

O concurso está previsto para ser lançado no Salão do Livro de Paris de 2017, mas a expectativa é que meninos e meninas já possam começar a votar em suas obras e histórias favoritas a partir de novembro ou dezembro deste ano.

O processo começará com as editoras inscrevendo seus livros no site do prêmio, os quais ficarão disponíveis para votação na página e no aplicativo da premiação. Qualquer criança poderá votar, após seus responsáveis ou professores preencherem o cadastro no concurso.

“Estamos estudando maneiras de garantir que o votante seja mesmo uma criança. Uma solução é fazer tudo via escolas, em que o colégio ficaria responsável por garantir que aquele voto veio realmente de um aluno. Outra vantagem desse modelo é aliar a votação a uma proposta pedagógica”, diz a escritora Fabíola Braga, idealizadora do prêmio.

Nessa primeira edição, porém, o número de jurados será limitado. “Talvez mil alunos ou um número que a gente consiga abraçar nesse início”, continua Braga.

Uma maneira de evitar que o livro vencedor seja o do autor com mais filhos, sobrinhos ou amigos –e não necessariamente o da pessoa que escreveu a melhor história do ponto de vista literário– é a criação de um conselho curador instituído pela organização, que terá como função filtrar as obras inscritas pelas editoras e escolher as que chegarão à fase de votação infantil. Mas, de qualquer forma, a eleição é quantitativa. Quem tiver mais votos vence.

Toda a parte visual do Jabuticaba, que brinca com a fonética do prêmio Jabuti, está sendo desenvolvida pelo artista plástico Guto Lacaz. É dele o logo que aparece no início deste texto, assim como a escultura que servirá de troféu aos vencedores.

Além da premiação, cada edição do concurso, que deve ser anual, prestará homenagem a um escritor. Ruth Rocha foi a escolhida para a primeira edição e deverá ganhar uma espécie de exposição sobre sua vida e sua carreira no Salão do Livro de Paris e na Feira do Livro Infantil de Bolonha, na Itália, um dos principais eventos internacionais do mercado editorial para crianças. “Queremos fortalecer a Ruth no mercado internacional.”

Mais informações sobre o prêmio no site

 


 

GOSTOU?

Clique aqui e receba todas as novidades por e-mail

Você pode entrar em contato com o blog pelo e-mail blogeraoutravez@gmail.com

Ou pelo instagram @blogeraoutravez

 

Conheça outros posts