Na volta às aulas, conheça 3 livros de filosofia para crianças

Por Bruno Molinero

Qual é a essência do ser humano? Por que estamos aqui? O que importa mais: a sociedade ou os indivíduos? As pessoas são boas ou são más por natureza? Existem mentiras toleráveis?

Seja porque a disciplina só entra no currículo escolar perto do ensino médio ou porque adultos acham tudo isso muito complexo para entrar na cabeça de meninos e meninas, essas e outras perguntas que enchem a cabeça de caraminholas esbarram numa área do conhecimento pouco relacionado ao universo das crianças: a filosofia

Mas criança geralmente adora “filosofar”. Três livros apresentam para o público infantil algumas questões que há séculos atormentam os seres humanos e que já foram objetos de estudo de grandes pensadores. Confira abaixo.

 

*

 

LIVRO DAS PERGUNTAS

Nada é mais “filosófico” do que fazer perguntas –aliás, dizem que o grego Sócrates adorava ficar questionando seus discípulos até que eles chegassem à verdadeira resposta sozinhos. Por isso, os capítulos do livro “Filosofia para Crianças” começam sempre com uma pergunta cabeluda. O mundo é real? Como decidimos o que é correto? Regras são necessárias?

Cada parte do livro apresenta uma variedade de conceitos e ideias para esses temas. A partir deles, são mostrados os pensamentos de diferentes filósofos, como Platão, Aristóteles, René Descartes e Immanuel Kant (para ficar só nos mais famosos). Claro que as dúvidas não têm uma resposta definitiva nem pronta –caso contrário, não seria filosofia, certo?

 

“Filosofia para Crianças”ChildrensBookOfPhilosophyBRA258.indd

Autores Sarah Tomley e Marcus Weeks

Tradutora Maria da Anunciação Rodrigues

Editora Publifolhinha

Preço R$ 57,90 (2014, 142 págs.)

Leitor avançado

 

*

 

HISTÓRIAS PARA PENSAR

Além de perguntas, filósofos gostam muito de histórias. O livro usa sete delas para trazer à tona alguns conceitos de pensadores importantes. Assim, entende-se um pouco mais dos conceitos de ética e moral do alemão Immanuel Kant a partir de um problema no troco da Mariana. Ou do que é luta de classes para Karl Marx numa ida de pai e filho à feira.

Além das imagens típicas de almanaque, como ilustrações e fotos de filósofos e situações cotidianas, a obra traz desenhos delicados de Maira Chiodi, que fazem todos os temas sérios parecerem coisa de criança. Um deles abre este texto.

 

“Me Belisca!”filosofia - mebelisca_md

Autor Samir Thomaz

Ilustradora Maira Chiodi

Editora Moderna

Preço R$ 44 (2016, 88 págs.)

Leitor avançado

 

*

 

FANTASMA DA BIBLIOTECA

O garoto Diógenes ficou de queixo caído quando encontrou no jardim um vaga-lume –mas não um inseto qualquer: um que fala e filosofa. O bichinho mostrou o caminho das pedras para o menino entrar na biblioteca do avô e conhecer toda a seção de filosofia de lá, com livros de Confúcio a Zarastustra, de Santo Agostinho a Freud. Passando, é claro, pelo grego (e xará) Diógenes.

Óbvio que o avô ia perceber que alguém estava rondando suas estantes. Mas, como nenhuma obra saía do lugar, ele pensou que se tratava de um fantasma. Aliás, será que fantasmas existem? Taí um tema que pode incentivar uma boa conversa filosófica.

 

“Diógenes e o Vaga-lume”filosofia - diogeneseovagalume_md

Autora Carolina Michelini

Ilustrador Michele Iacocca

Editora Moderna

Preço R$ 44 (2016, 48 págs.)

Leitor avançado

 


GOSTOU?

Clique aqui e receba todas as novidades por e-mail

Você pode entrar em contato com o blog pelo e-mail blogeraoutravez@gmail.com

Ou pelo instagram @blogeraoutravez

 

Conheça outros posts