Poeta de 11 anos arrecada mais de R$ 8.000 para lançar primeiro livro

Por Bruno Molinero

Pelas ruas de São Paulo, Akanni Alves distribui poesias e declama versos de cabeça. Aos 11 anos, o garoto é um dos mais novos integrantes do coletivo Poetas do Tietê –grupo que, desde 2008, promove saraus de rua e leva poemas para o dia a dia da cidade. Agora, as suas apresentações chegaram ao papel.

Akanni lança neste sábado (16) o seu primeiro livro de poesias, “Mente Aberta”, financiado após receber R$ 8.796 em uma “vaquinha” na internet.

O crowdfunding foi proposto pelo projeto Escritores Mirins, iniciativa que visa publicar livros escritos por crianças –ou, então, obras de adultos que tenham sido feitas quando eles ainda eram meninos ou meninas. Akanni é o primeiro autor do projeto.

“Sempre escrevo e depois reescrevo, reescrevo, reescrevo. Procuro as rimas, porque gosto da poesia rimada. Aí leio até decorar e conseguir falar de cabeça no sarau”, diz o garoto, que sabe versos de Fernando Pessoa e de Carlos Drummond de Andrade de cor –mas que é fã mesmo de J. K. Rowling (autora da saga de Harry Potter) e de Rick Riordan (criador dos livros de Percy Jackson).

O dinheiro arrecadado vai imprimir 300 exemplares de “Mente Aberta” e promover seis meses de oficinas literárias e de palestras de Akanni em escolas públicas de São Paulo. “A ideia é incentivar outras crianças a escreverem e descobrir mais talentos. Talvez o segundo volume do projeto seja uma antologia de textos feitos por alunos durante esses encontros”, conta Grace Kelli Pereira, idealizadora do Escritores Mirins, que planeja financiar o próximo título do projeto com as vendas da primeira publicação.

“Criança tem a mesma capacidade de qualquer adulto. Com uma vantagem: tem muito mais tempo pela frente”, diz o garoto.

Grace conheceu Akanni em um sarau. Desde 2015 o menino participa desse tipo de evento, acompanhado do pai, que também é integrante do Poetas do Tietê. “O primeiro foi na Casa das Rosas. Naquele dia, declamei poemas de outras pessoas. Mas aí eles me convidaram para fazer parte do grupo e, em setembro, escrevi meu primeiro texto, chamado ‘Poesia’”, que faz parte do livro, ilustrado por Renata Prado.

Grande parte do que foi escrito desde então está reunido em “Mente Aberta”. O garoto diz que tudo pode servir de inspiração. “Um dia estava dormindo e tive um sonho legal sobre o Brasil. Aí acordei e escrevi sobre isso.”

Confira abaixo dois poemas de Akanni.

 

Manchete Jornal Nacional

Poetas não podem entrar em extinção…

Poesia é revolução!!!

 

Criança

Criança vai ralar a perna sim!

Criança vai ralar o joelho sim!!

Porque criança é assim!!!

 

Akanni entrega folhetos durante o projeto Poesia na Faixa, em São Paulo

 

 

“Mente Aberta” 

Autor Akanni Alves

Ilustradora Renata Prado

Editora Guismofews

Preço R$ 40 (2017; 32 págs.)

Leitor iniciante + leitura compartilhada

Lançamentos Espaço Parlapatões (pça. Roosevelt, 158, São Paulo), sábado (16), às 16h; Livraria Suburbano Convicto (r. Treze de Maio, 70, 2º andar, São Paulo), segunda (18), às 19h30; Casa das Rosas (av. Paulista, 37, São Paulo), dia 24/1, às 18h

 


GOSTOU?

Clique aqui e receba todas as novidades por e-mail

Você pode entrar em contato com o blog pelo e-mail blogeraoutravez@gmail.com

Ou pelo instagram @blogeraoutravez

 

Conheça outros posts